Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Saúde... "Qual o teu nível de Stress? "

Quarta-feira, 31.10.07

http://saude.sapo.pt/questionarios/questionario.html?id=768284

 

Faz o teste e vê em que nível está o teu Stress...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 23:01

Animais

Terça-feira, 30.10.07

Quando se tem frio, à que puxar pela imaginação....

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 23:02

Animais de Estimação ... " Arca de Noé "

Domingo, 28.10.07

Provavelmente já aqui falei deste site, mas volto a falar. Para quem gosta de animais nunca é demais ficarem a saber onde podem encontrar uma grande comunidade dos amigos dos animais. Convido-vos a fazerem parte dela, caso tenham animais de estimação, façam parte, fazendo um petside do vosso animal.

 

Têm direito a cada dia a darem um mimo a cada animal das outras pessoas ( 1 por dia ), ganhando com isso 5 créditos por cada mimo que derem. Juntem e podem comprar prémios para darem também só aos outros animais que não sejam vossos.

 

Aprende-se muito com os outros e têm sempre o apoio dos verdadeiros entendidos na materia, que estão sempre disponíveis a qualquer hora para vos ajudar nas vossas dúvidas em relação, claro, aos vossos animais de estimação.

 

Se quiserem ver o meu, procurem por " Puff ".

 

 http://arcadenoe.sapo.pt

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 23:45

Jogos de Investigação Policial " 11 Somerset "

Sexta-feira, 26.10.07

Este é mais um excelente jogo policial, talvez dos melhores que já joguei (na net) e para os amantes do género, indespensável.

 

 

Desenvolvedor: 11 Somerset Interactive
Gênero: Point and Click
Classificação: livre
Inserido em: 08/10/2007
Acessos: 2597
7,6
7,8
11 Somerset é um jogo de mistério que coloca você em diversas missões junto a um grupo que investiga acontecimentos sobrenaturais acontecidos ao seu redor, o Society of Enigmas. O jogo conta com 13 missões e não é necessário o término de alguma fase para começar a próxima.

Com gráficos extremamente avançados para um jogo em flash, o jogo traz diversos vídeos e efeitos sonoros super-realistas que lhe ajudarão a completar as missões. Os cenários são muito variados e você tem liberdade total para explorar todos os locais.  

Sua primeira missão é dada por Paul Lamera, um cientista morto que envia você ao seu escritório na Heliatech para reconstruir sua última invenção, um Palm Top. Para auxiliá-lo, Paul lhe fornece um diagrama com algumas instruções, cabendo a você encontrar as pistas e solucionar este caso.

Seja corajoso e esperto, desvende charadas, decifre códigos, encontre objetos escondidos e desvende este mistério sobrenatural.

 

   http://baixakijogos.ig.com.br/flash/11-somerset/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 23:33

Efeito Drogas

Quinta-feira, 25.10.07

http://www.tu-alinhas.pt/InfantoJuvenil/homepage.do2

 

Excelente "site" aonde podemos tirar conclusões dos efeitos das drogas na nossa saúde.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 22:53

Animais da Quinta

Quarta-feira, 24.10.07

Se gostam de animais e gostariam de os ajudar e não sabem como, o endereço abaixo é o sítio ideal para tal.

Um excelente "site" onde encontramos pessoas muito dedicadas àquilo que eu chamo "Uma boa causa".

Façam o vosso registo (grátis) e sugiram algum "site", que tenha também haver com animais.

 

http://www.animaisdaquinta.net

 

 

Um Abraço

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 12:35

Curiosidades... "Mosquitos"

Terça-feira, 23.10.07

Afinal os mosquitos têm dentes...

 

 

Os mosquitos têm nada menos que 47 dentes. No entanto, este não é o número mais surpreendente no reino animal, já que o tubarão baleia possui 4,5 mil dentes e o peixe-gato (Amiurus nebulosus) tem 9.280 dentes.

 

Os mosquitos costumam medir entre 4 e 6 mm, dependendo da espécie.

 

Outro facto curioso é que são as fêmeas que picam animais e seres humanos, utilizando as proteínas contidas no sangue para alimentar aos ovos. Os machos se alimentam do néctar das flores e de outros vegetais.

 

Existem mais de 2700 espécies diferentes de mosquitos e mais de 50 delas são resistentes a pelo menos um tipo de um inseticida.

 

As fêmeas podem-se alimentar até cinco milionésimos de litro de sangue, dependendo da espécie. Este número corresponde ao que uma fêmea do mosquito Aedes aegypti pode absorver.

 

Um mosquito detecta a sua presa através da visão.

 

A radiação infravermelha emitida pelos corpos quentes e os sinais químicos fornecem informações para os mosquitos, que também são atraídos pelo ácido láctico e pelo dióxido de carbono, entre outros.

 

Uma camada de azeite sobre a água no local onde se encontram as larvas dos mosquitos pode matá-las. O azeite obstrui um pequeno tubo que a larva utiliza para respirar.

 

Um mosquito voa a uma velocidade média de 1,6 a 2 quilômetros por hora.

 

A saliva dos mosquitos está relacionada com alguns venenos para ratos. Ambas as substâncias contêm anticoagulantes (substâncias que evitam que o sangue se coagule).

 

 

Um Abraço

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 23:02

7 comportamentos estranhos do seu animal (explicados)

Segunda-feira, 22.10.07

1. Brincar com as suas presas

"Porque é que o meu gato tortura o rato que acabou de apanhar? Os gatos selvagens não fazem isso pois não?"
De facto os animais selvagens não têm este comportamento. Eles simplesmente capturam a sua presa e começam de imediato a devorá-la. Os gatos domésticos comportam-se como uma criança com um brinquedo novo: a explicação poderá ser a de que estão tão excitados com o prazer da caçada que não conseguem parar de brincar com a sua (infeliz) presa. Pode ser estabelecido um paralelo com os pescadores amadores que apanham o peixe e de seguida o voltam a libertar. Para os gatos domésticos a sensação é a mesma: o prazer da caçada.

 

2. Medo de trovões

"O barulho dos trovões faz o meu cão grandalhão fugir e esconder-se debaixo da cama como um cachorrinho assustado. Parece-me estranho que reaja desta forma."
Lembre-se que a capacidade auditiva de um cão é muito mais apurada do que a nossa. Para além do barulho do trovão ser muito mais elevado para um cão, este consegue também ouvir frequências muito altas ou muito baixas que não são captadas pelo ouvido humano. Um trovão pode provocar uma descarga sensorial no animal que é difícil de imaginar para um humano. Teoricamente é possível tornar os animais menos sensíveis a este fenómeno através de treino específico. Tocar o seu sistema de som a níveis progressivamente mais altos, acompanhado de um flash de lanterna é uma forma de treino, mas pode demorar semanas e a eficácia é questionável. Talvez seja melhor deixá-lo esconder-se debaixo da cama e esperar que a tempestade passe!

 

3. Dar voltas antes de se deitar

"Porque é que o meu cão dá voltas sobre si mesmo antes de se deitar?"
O seu cão poderá estar a fazer o que os chineses chamam de "Feng Shui" - alinhar-se com os campos de energia "positivos". Estudos efectuados, comprovam que quando o cão está a dormir com a cabeça virada para norte, a sua circulação melhora, o ritmo cardíaco baixa e o metabolismo fica mais eficiente. Uma explicação dada à capacidade que os cães têm em encontrar o caminho para casa, mesmo quando estão muito afastados, é precisamente a sua sensibilidade ao campo magnético da terra.

 

4. Morder a mão que o alimenta

"O meu gato adora que eu lhe faça festas, mas às vezes quando penso que está refastelado, morde-me, pula do meu colo e depois comporta-se como se nada de anormal tivesse acontecido."
Este fenómeno é mais comum do que se possa pensar. Alguns especialistas pensam que quando os gatos adormecem ao ser acarinhados e acordam de repente, interpretam o contacto como uma ameaça e reagem defensivamente mordendo. Alguns gatos podem não gostar de ser muito acariciados e reagir mal.

 

 

5. As correrias súbitas

"Por vezes o meu gato desata a correr pela casa fora, como se estivesse possuído pelo diabo! É algum ataque que lhe dá?"
Não, não é um ataque. Ele está simplesmente a descarregar as suas energias, como nós o fazemos por exemplo quando praticamos desporto. Este comportamento é provocado pela falta de actividade "selvagem" no ambiente doméstico em que vive. Os cachorros também têm este tipo de comportamento.

 

 

6. Perfume de morrer

"O meu cão adora rebolar-se na carcaça de outro animal morto! E vive dentro de casa!! Porque faz isto?" Infelizmente muitos cães têm este tipo de comportamento. A teoria mais popular é a de que eles fazem isto instintivamente para disfarçar o seu cheiro e escapar de eventuais predadores que os possam farejar. Eles também poderão fazer isto para que quando voltarem para a sua "matilha" (neste caso a família!) poderem mostrar que encontraram alguma coisa interessante. Tal como no menu de um restaurante! A marcação territorial também é uma explicação dada por alguns especialistas. Claro que o seu cão pode simplesmente gostar de fazer isso como uma pessoa gosta de tomar um banho de imersão!

 

 

7. Coprofagia

"O meu cão gosta de comer as fezes do meu gato. Que porcaria!"
Os cães que exibem este tipo de comportamento não são necessariamente tresloucados. De facto este comportamento é muito mais vulgar do que se pensa. Não sendo obviamente um comportamento muito agradável, é muitas vezes "escondido" pelos donos do animal. Existem algumas razões que podem explicar este comportamento:

- o cão está com fome
- as fezes podem conter nutrientes atractivos, que não foram digeridos pelo animal que as expeliu.
- Ansiedade

Para evitar que isto aconteça pode colocar uma tampa na caixa onde o seu gato faz as suas necessidades, de dimensões suficientemente grandes para este entrar mas que não permitam ao seu cão o acesso às fezes.

Este comportamento deve ser evitado, pois pode ter consequências graves para a saúde do seu cão. Para alem da possível ingestão de parasitas e perturbações digestivas, pode provocar bloqueio dos intestinos devido à ingestão da areia da caixa juntamente com as fezes.

 

 

 

 

Fonte: http://arcadenoe.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 10:10

Jogos de Investigação Policial

Sexta-feira, 19.10.07

Se gostas de ver o CSI, se achas que tens uma veia de investigação, se gostas de jogar, e tens + de 18 anos, então os jogos seguintes são indicados para ti.

 

 

Mostra o que és capaz e prova a todos que és um(a) verdadeiro(a) Detective !!!

 

http://baixakijogos.ig.com.br/flash/the-stone-of-anamara/

 

 

http://baixakijogos.ig.com.br/flash/perfect-summit/

 

 

http://baixakijogos.ig.com.br/flash/murder-escape/

 

 

http://baixakijogos.ig.com.br/flash/csi-hidden-clue/

 

 

http://baixakijogos.ig.com.br/flash/criminal-intent/

 

 

http://baixakijogos.ig.com.br/flash/whoduint/

 

 

http://baixakijogos.ig.com.br/flash/little-dog-gone/

 

 

 

http://baixakijogos.ig.com.br/flash/waking-the-dead/

 

 

 

ATENÇÃO : JOGOS INADEQUADOS A MENORES DE 18 ANOS !!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 22:34

Avisos Uteis da PJ ... Menores Desaparecidos

Quinta-feira, 18.10.07
 

Na passagem de mais um “Dia Internacional das Crianças Desaparecidas”, a Polícia Judiciária deseja aproveitar o ensejo para, além de fornecer uma panorâmica global da situação portuguesa nesta matéria, reiterar algumas informações quanto aos procedimentos a adoptar por parte das famílias.

O cumprimento dos conselhos úteis que em seguida se elencam deve ser considerado fundamental para o assegurar do início rápido e eficaz de uma investigação de desaparecimento.

São os seguintes:
 
Conselhos Úteis – Menores
 
1. As pessoas mais próximas devem estar atentas a alterações de comportamento e quebra de rotinas.
 
2. A comunicação do desaparecimento às autoridades deve ser feito imediatamente após se terem frustrado as tentativas de localização baseadas nas rotinas pessoais, quer de locais frequentados quer de horários habituais.
 
3. Entregar, quando da comunicação do desaparecimento uma fotografia do desaparecido tão actualizado quanto possível, destacar na participação todo e qualquer sinal particular, e detalhar o mais possível:
 
a) Amigos próximos.
b) Prováveis causas do desaparecimento.
c) Locais de repouso ou distracção favoritos.
d) Passatempos preferidos.
e) Interesses pessoais.
f) Eventual surgimento anterior de algumas das alterações elencadas no item 1
g) Roupa que provavelmente vestia e outra que tenha também desaparecido.
h) Meios de transporte preferencialmente utilizados.
 
4. No decurso da investigação deve ser comunicado de imediato à Polícia toda e qualquer informação superveniente que chegue ao conhecimento do participante, independentemente do grau de relevância que este lhe atribua.
 
No tocante à evolução estatística da situação de desaparecimentos em Portugal, apresentam-se os números relativos às participações efectuadas à P.J. nos anos de 2005, 2006 e 2007, até 10 de Maio.

Relativamente aos anos de 2005 e 2006 e a menores de 18 anos foram participados:
2005= 410
2006= 820

O número total de participações de desaparecimentos foi nos mesmos anos de:
2005= 976
2006= 1606

No que concerne à faixa etária até aos 12 anos na qual se abrange todo o universo do conceito de “criança”, verificaram-se, as seguintes participações de desaparecimentos:
2005= 93
2006= 160

Já no presente ano de 2007, desde 1 de Janeiro até 10 de Maio, constata-se a existência de :
637 participações efectuadas; das quais 63 se reportam a crianças até aos 12 anos.

Na data aludida a Polícia Judiciária já tinha concluído com êxito a maioria das investigações geradas pelas referidas participações, encontrando-se neste momento em investigação activa 132 casos dos quais 54 se referem a menores de 18 anos.

Convirá, ainda, ter em conta que:

- Um “desaparecimento” não constitui um crime, pelo que sempre que exista uma fundada suspeita de que tal situação seja consequência da prática de um acto criminoso, o caso concreto é classificado de acordo com o crime presumivelmente cometido e em tal âmbito investigado.

- E não sendo o desaparecimento um crime, não se encontra obviamente sujeito aos prazos de prescrição de procedimento criminal, pelo que até que seja resolvida definitivamente, qualquer investigação de desaparecimento pode ser trabalhada, independentemente do tempo decorrido desde o evento, sendo correcta a afirmação de que “um desaparecimento nunca se arquiva”.

Finalmente:
Apela-se a todos os comunicantes de casos de desaparecimento que sendo o desaparecido encontrado por instituição ou pessoa diversa desta Polícia Judiciária, tal acontecimento nos seja comunicado no mais curto espaço de tempo, permitindo-se desse modo alocar, sem delongas, meios humanos e materiais até aí empenhados na resolução desse caso, a outros ainda por concluir.

 

 

Fonte: http://www.policiajudiciaria.pt/cgi-bin/news.pl?action=viewarticle&id=3462

Porque nunca é demais prevenir e o saber não ocupa lugar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 22:37


Pág. 1/3







comentários recentes




subscrever feeds