Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



MITOS DA CERVEJA

Quarta-feira, 25.04.07

         1- O USO CONTÍNUO DO ÁLCOOL PODE LEVAR AO USO DE DROGAS MAIS
PESADAS?
       Não, álcool é a mais pesada das drogas. Uma garrafa de cerveja pesa
cerca de 400 gramas.



         2- A CERVEJA CAUSA DEPENDÊNCIA PSICOLÓGICA?
         Não. 89,7% dos psicólogos e psicanalistas entrevistados afirmam que
preferem whisky.



         3- MULHERES GRÁVIDAS PODEM BEBER SEM RISCO?
         Sim. Está provado que nas operações Stop os polícias nunca fazem o
teste às grávidas... e mesmo que tenham de andar em linha recta, os guardas
acham que ela está torta pelo peso da barriga.



         4- CERVEJA PODE DIMINUIR OS REFLEXOS DOS MOTORISTAS?
         Não. Uma experiência foi feita com mais de 500 motoristas: foi dada
1 caixa de cerveja a cada um, e, em seguida, colocaram-nos um por um diante
de um espelho. Em nenhum dos casos os reflexos foram alterados.



         5- EXISTE ALGUMA RELAÇÃO ENTRE BEBIDA E ENVELHECIMENTO?
         Sim. A bebida envelhece muito rápido. Para se ter uma ideia, uma
cerveja aberta em cima da mesa, sem um acondicionamento especial, perde o
seu sabor em aproximadamente quinze minutos.



         6- A CERVEJA ATRAPALHA NO RENDIMENTO ESCOLAR?
         Não, pelo contrário. Alguns indivíduos ligados às faculdade estão a
aumentar suas rendas com a venda de cerveja nas proximidades de bares
universitários.



         7- BEBIDA MATA?
         Sim. Anos atrás, soube-se que um rapaz, ao passear pelas ruas, foi
atingido por 1 caixa de cerveja que caiu de um camião, levando-o à morte
instantânea. Além disso, casos de enfarte de miocárdio em idosos têm sido
associados às propagandas de cervejas com modelos semi-despidas.



         8- O QUE FAZ COM QUE A BEBIDA CHEGUE AOS ADOLESCENTES?
         Inúmeras pesquisas têm sendo feitas por laboratórios de renome, e
todas têm o mesmo resultado, indicando que em primeiro lugar estaria o
empregado de mesa.

         9- A CERVEJA CAUSA DIMINUIÇÃO DA MEMÓRIA?
        Que eu me lembre não!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 21:15

O Génio da Lâmpada

Quarta-feira, 25.04.07
Um homem caminhava pela praia de Cascais e tropeçou numa velha lâmpada. Pegando nela, esfregou-a e... um génio saltou lá de dentro e disse:



"O.K.! Você libertou-me da lâmpada, blá, blá, blá! Esqueça aquela história dos três desejos! Você tem direito a um desejo apenas e ponto final.



O homem sentou-se e pensou por um instante. Depois disse:



"Eu sempre quis ir aos Açores, mas tenho um medo enorme de voar.E no mar costumo ficar enjoado. Você poderia construir uma ponte até aos Açores, para que eu pudesse ir de carro?"



O génio riu muito e disse: "Isto é impossível. Pense na logística do assunto. Como é que as colunas de sustentação poderiam chegar ao fundo do Oceano Atlântico? Pense em quanto betão armado. Em quanto aço. Em quanta mão-de-obra... Não, de maneira nenhuma! A ponte não pode ser! Pense noutro desejo..." O homem compreendeu e tentou pensar num desejo realmente bom.



Finalmente disse: "Sabe... Eu fui casado quatro vezes e quatro vezes me divorciei. As minhas esposas sempre disseram que eu não me importava com elas e que sou um insensível. Então o meu desejo é que eu possa entender as mulheres; saber como elas se sentem por dentro e o que elas estão a

pensar quando não falam com a gente... Saber porque é que estão a chorar... Saber o que elas realmente querem quando não dizem nada... Saber como fazê-las, realmente, felizes!



Ao que o génio respondeu: "Queres a merda da ponte com duas ou quatro faixas?"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 21:11

Frontalidade

Quarta-feira, 25.04.07
Um velhote de 86 anos entrou na sala de espera de um consultório médico. Quando ele se aproximou da mesa da recepção, a recepcionista disse:

- Bom dia senhor, de que se queixa?
- Bem, olhe queixo-me do meu pénis!
A recepcionista irritou-se:
- O senhor não devia dizer uma coisa dessas numa sala de espera tão cheia! Assim causa embaraço aos outros presentes! O senhor devia ter dito que está com um problema na orelha, qualquer coisa assim, e depois explicar ao doutor, lá dentro do consultório.

O homem retirou-se da sala, esperou alguns instantes e depois entrou de novo.

A recepcionista sorriu e perguntou:
- Sim?
- Estou com um problema na minha orelha!
A recepcionista fez um aceno de aprovação e sorriu triunfante.
- E qual é o problema da sua orelha?
- Não consigo mijar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 20:59







comentários recentes



subscrever feeds