Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Conhecer melhor o nosso País... Ilha de São Miguel

Sexta-feira, 13.10.06

A terra natal da nossa amiga Ayumi Suzuki. A ilha de São Miguel, a maior, a mais importante e uma das mais belas do arquipélago dos Açores.

Mapa Geográfico

Com uma superfície de 746,82 km2, mede 90 km de comprimento e 8-15 km de largura e conta com uma população de aproximadamente 140 000 habitantes.

 

 

 

São Miguel é também conhecida como ilha Verde, devido às suas pastagens infinitas.

Locais a Visitar

 

Jardim José do Canto

Entrada

Um dos mais ricos jardins botânicos dos Açores, o Jardim José do Canto foi plantado a partir de 1845, e ocupa cerca de seis hectares no centro de Ponta Delgada.

Lagoa das Sete Cidades

Clique para mais pormenor    Clique para mais pormenor   

Situadas nas crateras vulcânicas que formam a ilha, irrompem como fenómeno paisagístico mais marcante de todo o arquipélago.

Clique para mais pormenor    Clique para mais pormenor   

Lenda das Lagoas das Sete Cidades

Lagoa das Sete Cidades

Em época recuada, existia, no lugar onde hoje fica a freguesia das Sete Cidades, um reino próspero e aí vivia uma princesa muito jovem, bela e bondosa, que crescia cada dia em tamanho, gentileza e formosura. A princesa adorava a vida campestre e frequentemente passeava pelos campos, deliciando-se com o murmurar das ribeiras ou com a beleza verdejante dos montes e vales.

Clique para mais pormenor

Um dia, a princesa de lindos olhos azuis, durante o seu passeio, foi dar a um prado viçoso onde pastava um rebanho. À sombra da ramagem de uma árvore deparou com o pastor de olhos verdes. Falaram dos animais e de outras coisas simples, mas belas e ficaram logo apaixonados.

Nos dias e semanas seguintes encontraram-se sempre no mesmo local, à sombra da velha árvore e o amor foi crescendo de tal forma que trocaram juras de amor eterno.

Porém, a notícia dos encontros entre a princesa e o pastor chegou ao conhecimento do rei, que desejava ver a filha casada com um dos príncipes dos reinos vizinhos e logo a proibiu de voltar a ver o pastor.

Clique para mais pormenor

A princesa, sabendo que a palavra do rei não volta atrás, acatou a decisão, mas pediu que lhe permitisse mais um encontro com o pastor do vale. O rei acedeu ao pedido.

Encontraram-se pela última vez sob a sombra da velha árvore e falaram longamente do seu amor e da sua separação. Enquanto falavam, choravam e tanto choraram que as lágrimas dos olhos azuis da princesa foram caindo no chão e formaram uma lagoa azul. As lágrimas caídas dos olhos do pastor eram tantas e tão sentidas que formaram uma mansa lagoa de águas verdes, tão verdes como os seus olhos.

Separaram-se, mas as duas lagoas formadas por lágrimas, ficaram para sempre unidas e são chamadas de Lagoas das Sete Cidades. Uma é a Lagoa Azul, a outra é a Lagoa Verde e em dias de sol as suas cores são mais intensas e reflectem o olhar brilhante da princesa e do pastor enamorados.

Lagoa do Fogo

A beleza da Lagoa do Fogo, formada na cratera dum vulcão extinto.

Lagoa do Fogo

A Lagoa do Fogo, situa-se na zona central de S. Miguel e a partir do cimo das montanhas que cercam esta lagoa é possivel avistar a maior parte da ilha.

Lagoa do Fogo

 

Lagoa do Fogo

Lagoa do Fogo, a mais fascinante e preservada de toda a ilha.

Lagoa do Fogo

Actividades;
Contemplação
Caminhadas
Observação de Fauna
Observação de Flora
Montanhismo

Parque Terra Nostra

No Largo Marquês da Praia e Monfort onde se situa um dos acessos ao mais importante parque da ilha e um dos maiores jardins açorianos, o Parque Terra Nostra. A sua construção deve-se à iniciativa de Tomaz Hickling, vice-consul americano que chegou a S. Miguel em 1769, e que maravilhado com o Vale das Furnas, adquiriu um terreno e construiu a sua casa de campo - o "Yankee Hall" - no meio de um jardim.

Parque Terra Nostra

Entrada do Parque Terra Nostra

Entrada do Parque Terra Nostra

Portas da Cidade

Portas da Cidade, verdadeiro ex-libris de Ponta Delgada com os seus três imponentes arcos construídos no séc.XVIII, convidando a um passeio cultural pela cidade, mereçem especial destaque, pela sua importância e valor histórico.

Portas da Cidade

Portas da Cidade

A Praça de Gonçalo Velho Cabral onde se situam as Portas da Cidade, é considerada o Coração da Cidade.

Portas da Cidade

Portas da Cidade

Os desenhos no pavimento são compostos por pedras negras (basalto) dos Azores e pedra branca (mármore) do Continente Português.

Sem dúvida, uma Ilha a visitar.

Para mais informações:

http://acores.sapo.pt/Turismo


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Rastr às 22:35


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.







comentários recentes